COMO SE MORRE EM PORTUGAL!

Portugal gaba-se do seu Serviço Nacional de Saude.

Todavia,há mais de um milhão de Portugueses que não têm médico de família.

E são frequentes as manifestações, em diversas localidades, que se queixam da falta de médicos nos respetivos serviços de saúde.

Como conhecemos, também, as notícias frequentes da contratação de médicos de Cuba, por exemplo, para a satisfação das necessidades de médicos em localidades afastadas dos grandes centros.

Mais recentemente têm sido as notícias do recrutamento de médicos portugueses para prestação de cuidados em diversos países estrangeiros…e bem melhor remunerados.

Vem tudo isto a propósito do surto de legionella, aqui bem perto de Lisboa -Vila Franca de Xira- e que em três dias deixa já um rasto de cinco mortes e cento e oitenta casos confirmados.

Com é óbvio, o pânico instalou-se.

Mas o que não se pode compreender, com os recursos de que dispomos, é que haja cidadãos que tenham aguardado por atendimento médico 12 horas,em condições caóticas.

Tudo com a explicação de que “a transferência de doentes obedeceu a um protocolo definido em conjunto com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e outros hospitais” (CM de 09-11-2014).

É urgente que se descubra o porquê deste surto em Vila Franca de Xira: são nesse sentido os esforços que estão a ser feitos.

Mas é urgente, também, a fiscalização dos aparelhos de ar condicionado e a realização das auditorias à qualidade do ar nos edifícios públicos onde se juntam muitas pessoas.

Todavia, o mais urgente é a aposta na organização dos meios de que os serviços dispõem.

De tal modo que não seja mais possível que o atendimento médico, em situações de clara necessidade, demore 12 horas, em condições que já só ocorrem em países subdesenvolvidos .

E isto porque, se temos médicos e instalações adequadas,nada justifica que as pessoas tenham de aguardar nas condições que a comunicação social tem descrito.

E para isto, que até nem carece de mais investimento, ainda não ouvi uma palavra do Governo ou do Ministro da Saúde.

Lisboa, 10-11-2014

Bettencourt Picanço

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s