LEGIONELLA: ONDE ESTÁ O PODER POLÍTICO ?

O surto de legionella, no início de novembro, em Vila Franca de Xira, já leva 11 mortes, tendo infetado 336 pessoas.

E continuam internadas 33 pessoas com a bactéria.

O Ministro da Saúde visitou os doentes no Hospital de Vila Franca de Xira a 10 de Novembro e alguns jornais já vieram apontar o dedo às fábricas instaladas próximo das habitações, nomeadamente de Forte da Casa, Póvoa de Santa Iria e Vialonga.

O País tem sido assolado pelas mais variadas situações de corrupção que têm ocupado os média e as conversas diárias, mas não é possível compreender como é que, face a uma tragédia destas, o Governo não veio assumir a necessidade de medidas urgentes, para além dos cuidados com os doentes, também estes objeto de justos reparos face aos longos tempos de espera.

Desde logo, medidas que ponham termo a esta terra de ninguém que é a inspeção às condições de funcionamento das empresas já identificadas como estando na origem da legionella.

E esta é uma clara responsabilidade do Estado.

A segunda é a responsabilização, civil e criminal daquelas empresas e dos seus dirigentes: não se matam impunemente 11 pessoas!  Cabe ao Governo através das inspeções e do Ministério Público assumir a defesa das pessoas afetadas por esta tragédia.

Mas há, obviamente, uma terceira acção, tão importante como as duas primeiras: Como é possível distribuir fábricas poluentes por entre, pelo menos, três núcleos populacionais como se de jardins se tratasse?

E aí há uma clara responsabilidade do poder central e do poder local na promoção de condições que nada têm de idílicas nas localidades acima referidas.

Aqui também é à Administração Central e à  Administração Local  que cabe a criação das condições de habitabilidade nas localidades acima referidas.

E, neste domínio, que medidas se propõe o Governo assumir?

Lisboa, 10-12-2014

L. Bettencourt Picanço

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s